sexta-feira, 30 de abril de 2010

Na internet, PSDB e José Serra fazem guerra suja


A guerra promete ser suja. É o que diversas publicações têm afirmado neste ano eleitoral.
Nas próximas eleições não dá pra continuar confiando na mídia, quando selecionam matérias para prejudicar ou evitar danos em candidaturas ou quando ainda, selecionam institutos de pesquisa que apresentam números favoráveis ao seu candidato. Especificamente nessas eleições, teremos um embate que, certamente, trará muito mais vivacidade ao debate em torno de programa de governo e propostas. Mas parece que não será só isso. Descobrimos que sites estão sendo criados, a toque de caixa, pra serem usados como guerrilha nas eleições presidenciais no Brasil.

Recentemente o Deputado Federal Brizola Neto, do Rio de Janeiro, denunciou em seu blog que a alta cúpula do PSDB tem patrocinado e registrado domínios de endereço na internet, para atacar a presidenciável Dilma Rousseff antes e durante a campanha eleitoral. Afirma, entre outras coisas, que "o PSDB preparou um saco de maldades com o intúito de prejudicar a campanha da candidata petista".
Na imagem acima é possível identificar o nome de Eduardo Graeff, que registrou os domínios e sua relação com o PSDB e com o candidato presidencial José Serra. É muito mais do "carnal" do que parece. Segundo Brizola, Graeff foi secretário da presidência, do ex presidente Fernando Henrique Cardozo, além de ser o atual tesoureiro nacional do PSDB.

Acompanhe mais no link abaixo e fique por dentro, pra não ser feito de bobo.

Nenhum comentário: