quarta-feira, 14 de julho de 2010

A Mídia e José Serra; espetáculos e impertinências


Em meio ao espetáculo da tragédia, na qual assistimos todos os dias, nossa mídia golpista, descamba para o sensacionalismo barato, ao noticiar tragédias como a história do desaparecimento/assassinato da jovem Eliza Samudio, 25 anos, ex-amante de Bruno, ex-goleiro do Flamengo. Que tentava provar na Justiça que ele é pai de seu filho de quatro meses. Agora vemos essa mesma mídia tentar criar cenários pós governo, para que seu candidato predileto, José Serra, tenha algum tipo de favorecimento. Como se já não bastasse as coberturas jornalísticas, sempre favoráveis ao seu perfil "carismático" e ideológico. Isso quando não acontece "acidentes" de percurso, como no caso da pergunta feita pelo radialista Heródoto Barbeiro, coordenador das entrevistas do programa Roda Viva da TV Cultura, que ousou questionar o candidato e ex-governador de São Paulo José Serra, sobre os pedágios caríssimos que temos aqui em SP (veja aqui). O resultado de seu trabalho comprometido com o profissionalismo lhe valeu o o posto perdido para Marília Gabriela. Isso sem contar o afastamento de Gabriel Priolli, já noticiado neste blog. Por conta disso, corre pela internet, não só comentários ácidos, mas curiosidades engraçadíssimas. Principalmente para aqueles que tem acompanhado esses episódios que envolve profissionais da área de comunicação, vamos dizer, independentes, com o ex-governador. 

Veja abaixo uma paródia que "explodiu" no youtube e que simboliza, de maneira cômica, a relação do presidenciável com alguns radialistas e jornalistas que ousam ser "impertinentes" com sua pessoa.

Para assistir melhor este vídeo, desligue a estação musical que se encontra ao lado esquerdo da página.

Nenhum comentário: