domingo, 20 de setembro de 2009

Semana de Comunicação da Unitoledo 2009

Nesta semana passada, nos dias 16, 17 e 18 de setembro, foi realizada a Semana de Comunicação da Unitoledo. Período onde se organizam diversas atividades voltadas para à área do curso de Jornalismo. O tema do evento era "Jornalismo Internacional". Um tema escolhido pelos próprios estudantes através de uma enquete. Particularmente acredito que foi um equívoco, já que este tema poderia perfeitamente ser discutido em um outro ano, que não fosse esse, já que justamente neste ano será realizado a Conferência Nacional de Comunicação. Evento que definitivamente tem tudo haver com a profissão de jornalista, pois será o momento onde se definirá um marco regulatório na área de comunicação.

No primeiro dia do evento foi convidado a jornalista Denise Godoy. Correspondente internacional da Folha de São Paulo. Contou sua experiência como correspondente quando esteve nos Estados Unidos fazendo diversas coberturas jornalísticas. Muitos ficaram maravilhados com seus relatos. Não sei se estou ficando chato, mas acredito que ela deixou a desejar. Seus relatos tinham pontos interessantes devido a situações pitorescas da profissão. Mas quando resolveu fazer alguns comentários... desandou de vez. Fez um comentário a respeito de sua primeira reportagem em Washington, quando o presidente Lula, recém eleito foi ao Estados Unidos como chefe de Estado. Segundo ela, "ninguém o conhecia por lá" e fez uma análise comparativa de como era a "turba" em volta dele aqui no Brasil e lá ninguém conhecia. Santa ingenuidade. Talvez se tivesse sido nosso ex-presidente FHC, talvez não teria notado essa diferença. Bom, mas a pior parte esteve quando um aluno perguntou qual a diferença entre os partidos Democratas e Republicanos. Ela conversou, desconversou e acabou achando que respondeu. Não respondeu. Achei estranhíssimo isso. Pra quem foi para os Estados Unidos, fazer diversas coberturas jornalísticas e não saber responder essa questão....mostra pra mim que, sem dúvida, deve ser uma alienada política. Típico de quem não se interessa por política e resolve simplesmente reproduzir aquilo que mandam. Um perigo para os jornalista que devem se antenar a respeito não só da cultura de outro país, mas também das forças políticas que regem-no também.

A SECOMT reservou espaço para os alunos apresentarem seus trabalhos. Acho que foi o ponto alto do evento. Diversos alunos de vários termos tiveram a oportunidade de apresentar seus trabalhos com o objetivo de conquistar pontos para Atividade Complementar. Também fui um deles, apresentei o trabalho que falava sobre a Conferência Nacional de Comunicação.

No último dia, previsto para ser o palestrante de destaque, Hermano Henning avisou em cima da hora a direção do Centro Universitário que não poderia vir devido alguns problemas que surgiram de última hora. Um colega nosso, ao falar com ele, convidando-o para ser entrevistado na TVi, informou que o jornalista relatou que foi avisado em cima da hora. Por isso não iria para o evento do Centro Universitário. Deu pra perceber que há um ruído aí. Na quinta feira, penúltimo dia do evento, o próprio diretor da faculdade Bruno Toledo veio conversar com os alunos informando o ocorrido e relatando que os contatos com jornalista "estrela" ocorreram bem antes, com provas inclusive de respostas realizadas por e-mail. O mais triste nesta história, é, caso seja verdade a versão do diretor da faculdade, que insistirão em apresentá-los aos alunos em data a ser definida. Acho que um tremendo equívoco. A falta de respeito e consideração com os alunos e com o Centro Universitário Toledo deveria ser levado em conta nesta situação.

Para substituir o jornalista Hermano Henning, foi convidado o fotógrafo Alessandro Iwata. Fotógrafo do Jornal Folha da Região. Iwata morou mais de dez anos no Japão e lá aprendeu a fotografar. Acredita que é auto-didata, mas não abre mão de sua formação profissional. Segundo ele, quando vinha ao Brasil fazia questão de fazer cursos nestas ocasiões. O fotógrafo revelou, entre outras coisas, as diferenças culturais que precisam ser levadas em contato no exercício da profissão do profissional que faz foto-jornalismo. Segundo ele, os japoneses usam como referência para fazer as fotografias o lado direito, já os ocidentais o lado esquerdo.

O evento foi muito bom, tirando a estrelice de Henning e de algumas bobeiras que a Denise Godoy disse por lá. A coordenadora do curso karenine Miracelly lembrou o esforço da equipe de organização do evento. Foram sensacionais. Parabéns!

Abaixo alguns links que podem contribuir para conhecer um pouco mais sobre a Semana de Comunicação 2009 do Centro Universitário Unioledo de Araçatuba;

Blog da SECOMT
-
Centro Universitário Unitoledo
-

Nenhum comentário: