sábado, 13 de setembro de 2008

Radialistas debatem rádio e TV digital


O Sindicato dos Radialistas no Estado de São Paulo realizará, entre os dias 12 e 14 de setembro, o 7º Congresso da categoria. Na programação, a prioridade é debater como as novas tecnologias, principalmente a digitalização do rádio e da TV, alteram o trabalho dos profissionais e a estrutura dos meios de comunicação no Brasil.

O tema da democratização dos meios de comunicação vai perpassar todo congresso, sobretudo por conta das novas convergências, já implantadas, e da necessidade de discutir os marcos regulatórios para a radiodifusão e para a telecomunicação. Com a reorganização do setor, os radialistas vão discutir como estabelecer critérios e penalidades para concessão e revogação das outorgas de rádio e televisão, sejam de sinal aberto, a cabo, via satélite ou via internet.

Também será dada atenção especial ao debate sobre a reorganização do movimento sindical. Estarão presentes representantes da CUT, da Intersindical, e da Conlutas para discutirem o papel das centrais sindicais na organização da luta e a relação com os governos.
Outros temas abordados serão a saúde do trabalhador radialista, as condições de trabalho, a discriminação sofrida no trabalho e na sociedade por conta do gênero, da raça ou da etnia, bem como assédio sexual e moral.

É nesse espaço também que os profissionais da área debatem questões referentes ao registro profissional. Os critérios para concessão de atestado de capacitação serão rediscutidos, sujeitos a substituição e inclusão de novos. Nesse ponto, serão pensadas medidas de combate ao exercício ilegal da profissão.

O congresso acontecerá na colônia de férias do Sindicato, em Itanhaém. A abertura será sexta-feira (12/08) às 19h, seguida de um coquetel. A programação do sábado é entre 9h e 20h. No domingo, as atividades se encerram às 15h30.

Mais informações:
3284-9877sinradsp@uol.com.br

Nenhum comentário: