quinta-feira, 12 de junho de 2008

Ações do MST e da Assembléia Popular denunciam poder das transnacionais e modelo do agronegócio


Protestos, organizados pela Via Campesina e pela Assembléia Popular, defendem a mudança do modelo econômico e da produção agrícola no país visando a distribuição de renda e alimentos mais baratos.


Desde o início do mês o as ações do MST, que é ligado também a Via Campesina, juntamente com a Assembléia Popular, vem promovento ações que denunciam nossa condição de reféns de uma situação engendrada na década passada quando vários governos de diverssos países seguiam as orientações do Consenso de Washington. Com o neoliberalismo, as transnacionais oligopolizaram o setor de alimentos, inflacionando seus preços e hoje a sociedade mundial segue vítima de algumas empresas multinacionais que visam apenas seu lucro. Não importando com o custo de vida de bilhões de pessoas no planeta.


É imprescindível essa discussão vir a tona, prestando bem atenção aos alertas que o movimento social denuncia. Acompanhem abaixo a entrevista de João Pedro Stédile para a TV Carta Maior e entenda melhor a situação.


-
-

Nenhum comentário: