sexta-feira, 3 de setembro de 2010

NOVOS "VAZAMENTOS" ATINGEM A CANDIDATURA SERRA


Quanto mais se envolve numa disputa política, mais na pele sentimos os efeitos pró e contra as candidaturas na qual temos simpatia. No comentário de hoje quero falar a respeito do desespero, nem tanto do candidato Serra, mas de quem o apóia. Que vai desde o empresariado reacionário aos desinformados papagaios de nossa mídia tupiniquim. Geralmente colunistas pagos ou extremamente imbecis.

 Oportunamente  tenho acompanhado  essa mídia nativa, leia-se; Veja, Folha de São Paulo, TV Globo, Band, etc, na tentativa de fazer eco à uma denúncia que vem tentar salvar uma candidatura associada ao atraso político e escandalosamente voltado para a elite econômica, racista, reacionária e tosca de nosso país.

O estranho dessa história é que mesmo José Serra, sendo representante dessa elite tacanha, há ainda algumas pessoas, que não faz parte dessa classe e que são formadoras de opinião, tentam desesperadamente a se agarrar a factóides, como esse da quebra do sigilo fiscal de mais de 140 pessoas, ocorrida no ano passado, em que a Candidata a presidência da república pelo PT (que ainda nem era candidata), mas que a mídia tenta inflar como se ocorresse somente com a filha do tucano. Não conseguem ou não quererm enxergar que o país é outro e suas lideranças precisam se atualizar.

Por um bom tempo, o setor empresarial, seja ele financeiro ou produtivo, tinham candidatos comuns e pela primeira vez esse setor sai rachado nessa campanha. Do site Carta Maior, reproduzo um texto emblemático onde foi publicado outro tipo de vazamento. Obviamente que este não será noticiado pela grande mídia comprometida com a campanha de José Serra.

É ler e ficar por dentro. Para outros; é ler e chorar.


Luiz Carlos Trabuco Cappi, presidente do banco Bradesco, ‘vazou’ nesta 5º feira informações que atingem de forma letal a candidatura Serra. Aspas para as inconfidencias de Trabuco: 




I] “O que sentimos, tendo por base nosso relacionamento com 1,4 milhão de empresas, é que o Brasil está crescendo em todos os setores. Não há uma dependência setorial”; 


II] “…11 milhões de brasileiros vão viajar pela primeira vez de avião nos próximos 12 meses” ; 


III] “…o Brasil passará nos próximos anos pelo melhor ciclo econômico de sua história; vamos vivenciar, na segunda década do século XXI, aquilo que foi chamado de “sonho americano”. Ao longo do dia, de diferentes áreas do governo e da economia, outros vazamentos sacudiriam a combalida higidez da candidatura José Serra, a saber: 


a] BC interrompe alta dos juros; 


b] carga tributária declina; 


c] vendas recordes de automóveis em agosto; 


d] massa salarial tem aumento real de 32,7% entre 2004 e 2010; 


e] classes C e D já superam a classe B em poder de consumo; 


f] setor industrial investe R$ 549 bilhões até 2013; 


g] definida a capitalização da Petrobras: fatia estatal da empresa deve saltar de 29% para 42% e garantir –à revelia do condomínio midiáticotucano– a soberania brasileira no pré-sal; 


h] infraestrutura teve R$ 199 bilhões em investimentos entre 2005 e 2008; terá mais R$ 310 bilhões entre 2010-2013; 


i] Brasil realiza os três maiores investimentos em geração de energia elétrica do planeta – Jirau e Santo Antônio e Belo Monte; 


j] otimismo dos brasileiros atinge o maior nível em 9 anos… Visivelmente abalado, no final do dia, o candidato tucano retomaria seu discurso contra as Farcs, contra Moráles, o narcotráfico, o PT… 


(Carta Maior e a insuportável peneira de vazamentos pró-Dilma; 02-09)

3 comentários:

Ventura Picasso disse...

Como o jenio trata a imprensa: a grana.

A Veja trata ele de "elite da elite". Por que será ?



O Conversa Afiada publica e-mail do amigo navegate Leandro Fortes:



Leandro Fortes:
Confira a nova, impressionante pesquisa do NaMaria News sobre o toma-lá-dá-cá da educação no governo do PSDB em SP: http://bit.ly/aDzrGu


O toma-lá-dá-cá da Educação de SP, a imprensa e as eleições 2010


No dia 16 de julho de 2010, o Secretário de Educação de São Paulo, Sr. Paulo Renato Costa Souza, mandou a FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação) assinar o seguinte negócio (publicado em 21/julho no DO):

Contrato: 15/00062/10/04
– Empresa: Empresa de Publicidade Rio Preto Ltda.
– Objeto: Aquisição pela FDE de 200 assinaturas anuais do Jornal “Diário da Região” destinados às escolas da Rede de Ensino da Região de São José do Rio Preto, do Estado de São Paulo – Projeto Sala de Leitura
– Prazo: 365 dias
– Valor: R$ 65.160,00

No mesmo jornal Diário da Região, em 25 de agosto passado, aparece a matéria Aloysio e o desafio de se tornar conhecido, cuja imagem grandiosa – pedindo votos ao seu genuíno latifundiário filho da terra – pode ser vista abaixo:


(…)
Para o bom entendedor, uma assinatura basta

Há que ser justo neste vale de lágrimas. Há que se publicar as outras compras de mesma natureza feitas até o momento, pelo Secretário Paulo Renato de Souza, que servirão como incremento pedagógico nas escolas paulistas. Todas sem necessidade de licitação, é óbvio.
(…)
Um ninho amigo para os amigos

Além de comprar de tudo em todo Estado de SP, não faltaram negócios com a grande imprensa. Já mostradas neste humílimo blog, entidades como Estadão, Folha, Veja etc., foram gentilmente agraciadas, de novo, pelo desvairado pacotaço e permanecerão nas escolas públicas por mais um ano (compare quantidades e valores de 2009). Alvíssaras!

A pergunta que fica é por que a Carta Capital nunca, jamais, em tempo algum mereceu as mesmas benesses do Estado? Estranho, né não?
Outra: quem mais se beneficia com tais “ações pedagógicas”?

Olha só que meiguice:

* 27/maio/2010 (também publicado em 26/maio)
Contrato: 15/00548/10/04
– Empresa: Editora Brasil 21 Ltda.
– Objeto: Aquisição de 5.200 Assinaturas da “Revista Isto É” – 52 Edições – destinada as escolas da Rede Estadual de Ensino do Estado São Paulo – CEI e COGSP – Projeto Sala de Leitura
– Prazo: 365 dias
– Valor: R$ 1.203.280,00
– Data de Assinatura: 18/05/2010.

* 28/maio/2010
Contrato: 15/00545/10/04
– Empresa: S/A. O ESTADO DE SÃO PAULO
– Objeto: Aquisição de 5.200 assinatura do Jornal “o Estado de São Paulo” destinado as escolas da Rede Estadual de Ensino do Estado São Paulo – Projeto Sala de Leitura
– Prazo: 365 dias
– Valor: R$ 2.568.800,00
– Data de Assinatura: 18/05/2010.

* 29/maio/2010
Contrato: 15/00547/10/04
– Empresa: Editora Abril S/A
– Objeto: Aquisição de 5.200 assinaturas da Revista “VEJA” destinada as escolas da Rede Estadual de Ensino do Estado São de Paulo – CEI e COGSP – Projeto Sala de Leitura
– Prazo: 365 dias
– Valor: R$ 1.202.968,00
– Data de Assinatura: 20/05/2010.

* 8/junho/2010
Contrato: 15/00550/10/04
– Empresa: Empresa Folha da Manhã S.A.
– Objeto: Aquisição pela FDE de 5.200 assinaturas anuais do jornal “Folha de São Paulo” para as escolas da Rede Estadual de Ensino do Estado de São Paulo – CEI e COGSP – Projeto Sala de Leitura
– Prazo: 365 dias
– Valor: R$ 2.581.280,00
– Data de Assinatura: 18-05-2010.

* 11/junho/2010
Contrato: 15/00546/10/04
– Empresa: Editora Globo S/A.
– Objeto: Aquisição pela FDE de 5.200 assinaturas da Revista “Época” – 43 Edições, destinados as escolas da Rede Estadual de Ensino do Estado de São Paulo – CEI e COGSP – Projeto Sala de Leitura
– Prazo: 305 dias
– Valor R$ 1.202.968,00
– Data de Assinatura: 20/05/2010.

Ventura Picasso disse...

Como o jenio trata a imprensa: a grana.

A Veja trata ele de "elite da elite". Por que será ?



O Conversa Afiada publica e-mail do amigo navegate Leandro Fortes:



Leandro Fortes:
Confira a nova, impressionante pesquisa do NaMaria News sobre o toma-lá-dá-cá da educação no governo do PSDB em SP: http://bit.ly/aDzrGu


O toma-lá-dá-cá da Educação de SP, a imprensa e as eleições 2010


No dia 16 de julho de 2010, o Secretário de Educação de São Paulo, Sr. Paulo Renato Costa Souza, mandou a FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação) assinar o seguinte negócio (publicado em 21/julho no DO):

Contrato: 15/00062/10/04
– Empresa: Empresa de Publicidade Rio Preto Ltda.
– Objeto: Aquisição pela FDE de 200 assinaturas anuais do Jornal “Diário da Região” destinados às escolas da Rede de Ensino da Região de São José do Rio Preto, do Estado de São Paulo – Projeto Sala de Leitura
– Prazo: 365 dias
– Valor: R$ 65.160,00

No mesmo jornal Diário da Região, em 25 de agosto passado, aparece a matéria Aloysio e o desafio de se tornar conhecido, cuja imagem grandiosa – pedindo votos ao seu genuíno latifundiário filho da terra – pode ser vista abaixo:


(…)
Para o bom entendedor, uma assinatura basta

Há que ser justo neste vale de lágrimas. Há que se publicar as outras compras de mesma natureza feitas até o momento, pelo Secretário Paulo Renato de Souza, que servirão como incremento pedagógico nas escolas paulistas. Todas sem necessidade de licitação, é óbvio.
(…)
Um ninho amigo para os amigos

Além de comprar de tudo em todo Estado de SP, não faltaram negócios com a grande imprensa. Já mostradas neste humílimo blog, entidades como Estadão, Folha, Veja etc., foram gentilmente agraciadas, de novo, pelo desvairado pacotaço e permanecerão nas escolas públicas por mais um ano (compare quantidades e valores de 2009). Alvíssaras!

A pergunta que fica é por que a Carta Capital nunca, jamais, em tempo algum mereceu as mesmas benesses do Estado? Estranho, né não?
Outra: quem mais se beneficia com tais “ações pedagógicas”?

Olha só que meiguice:

* 27/maio/2010 (também publicado em 26/maio)
Contrato: 15/00548/10/04
– Empresa: Editora Brasil 21 Ltda.
– Objeto: Aquisição de 5.200 Assinaturas da “Revista Isto É” – 52 Edições – destinada as escolas da Rede Estadual de Ensino do Estado São Paulo – CEI e COGSP – Projeto Sala de Leitura
– Prazo: 365 dias
– Valor: R$ 1.203.280,00
– Data de Assinatura: 18/05/2010.

* 28/maio/2010
Contrato: 15/00545/10/04
– Empresa: S/A. O ESTADO DE SÃO PAULO
– Objeto: Aquisição de 5.200 assinatura do Jornal “o Estado de São Paulo” destinado as escolas da Rede Estadual de Ensino do Estado São Paulo – Projeto Sala de Leitura
– Prazo: 365 dias
– Valor: R$ 2.568.800,00
– Data de Assinatura: 18/05/2010.

* 29/maio/2010
Contrato: 15/00547/10/04
– Empresa: Editora Abril S/A
– Objeto: Aquisição de 5.200 assinaturas da Revista “VEJA” destinada as escolas da Rede Estadual de Ensino do Estado São de Paulo – CEI e COGSP – Projeto Sala de Leitura
– Prazo: 365 dias
– Valor: R$ 1.202.968,00
– Data de Assinatura: 20/05/2010.

* 8/junho/2010
Contrato: 15/00550/10/04
– Empresa: Empresa Folha da Manhã S.A.
– Objeto: Aquisição pela FDE de 5.200 assinaturas anuais do jornal “Folha de São Paulo” para as escolas da Rede Estadual de Ensino do Estado de São Paulo – CEI e COGSP – Projeto Sala de Leitura
– Prazo: 365 dias
– Valor: R$ 2.581.280,00
– Data de Assinatura: 18-05-2010.

* 11/junho/2010
Contrato: 15/00546/10/04
– Empresa: Editora Globo S/A.
– Objeto: Aquisição pela FDE de 5.200 assinaturas da Revista “Época” – 43 Edições, destinados as escolas da Rede Estadual de Ensino do Estado de São Paulo – CEI e COGSP – Projeto Sala de Leitura
– Prazo: 305 dias
– Valor R$ 1.202.968,00
– Data de Assinatura: 20/05/2010.

Francisco disse...

E por falar de Saúde pública:como que o povo pode acreditar no Zéserra,se demotucanos,depois de governar o Estado de São Paulo por mais de 16 anos – se em minha cidade de São Miguel Arcanjo(180 km da Capital)não temos Maternidade a 4 anos e ñ temos Hospital desde 2 de maio de 2008?????FORA ZÉPEDÁGIOSERRA!!!!Se não fez em São Paulo,certamente não fará pelo Brasil!!!!