terça-feira, 22 de abril de 2008

Ler e entender o que nos rodeia, o que talvez possa nos devorar


Acredito que na construção de uma nova sociedade, mais justa e igualitária, não é possível alcançarmos isso se não investirmos na construção de um novo homem. Resgatado das amarras que prendem seus sonhos de liberdade e cumplicidade com o espírito solidário, que pode e deve ser plantado na mente de cada ser humano. Neste sentido, vejo a importância da formação cívica, educacional e política através da leitura. Sem o hábito da leitura não é possível nos ferramentar, para conseguir discernir todo o espectro de idéias e relações que existem entre as coisas que nos envolvem.
Desde meus 7 anos de idade era estimulado pela a escola a apreciar leitura. Não importa do que, mas o estímulo existia. Interesse que permaneceu ao longo dos anos e que hoje, apesar do escasso tempo que tenho, procuro manter vívido em mim. Me abastecer de obras que correspondem com esse anseio de poder entender as idéias de algumas pessoas que passaram pela história pela sua notoriedade em sua área de atuação ou importância política para o desenvolvimento da sociedade.

Ao participar de cursos, encontros, congressos e outros eventos sempre havia algum companheiro que subsistia, pelo menos em parte com a venda de livros. De diversas editoras eles eram expostos para que os participantes tivessem acesso. O mais interessante, e o que deveria ser normal, é que os livros ficavam expostos para os interessados adquirirem, sem que com isso havia alguém em cima, observando a possibilidade de alguém pegar sem querer pagar. Ao final do encontro estava lá os companheiros acertado os livros que pegaram, quando este não estava ao lado da banca, para poder acertar sua conta.

No PIMENTUS, ao lado direito, logo abaixo, há uma seção de links voltados para algumas editoras que editam ótimos livros. Expressão Popular, Livraria para todos, Fundação Perseu Abramo , Editora Boitempo, Anita Garibaldi (Editora), são alguns exemplos de editoras comprometidas com a produção de livros voltados para a formação política, histórica e sociológica do ser humano. Faça uma visita aos sites dessas editoras e descubra a riqueza de diversidade de livros e oportunidade de se abastecer de algo que vc pode levar para o resto da vida.
A oferta de livros em bibliotecas públicas poderia ser um fator importante na tentativa de investir as crianças e jovens no hábito da leitura. Mas a falta de vontade política e o desinteresse são fatores preponderantes nessa realidade que não é só local.

A importância dos livro se dá no fato de quem não tem o hábito da leitura, acaba se escravizando ao observar e viver a reprodução de idéias que não são suas, já que não aprendeu a discerní-las frente a obscuridade do pensamento conservador que nos é bombardeado cotidianamente.

Se bem que a construção do ser crítico não se dá apenas com a leitura de livros políticos, sociológicos, filosóficos ou históricos, mas com as oportunidades aproveitadas de consumos culturais que vai da leitura, do cinema, do teatro, da interatividade nos espaços de formação educacionais, na audiência de programas de rádio e tv com indiscutível qualidade e agora, mais recente a internet. Sem o aproveitamento dessas oportunidades podemos passar tanto quanto despercebidos e darmos nossa medíocre contribuição para a transformação de uma sociedade alternativa ao que estamos vivendo.
-
Link relacionado ao texto;
-
-

Nenhum comentário: